Compartilhe:

Educação muda o mundo. Educação muda a gente

09/10/2015

Às vezes, para mudar uma realidade, basta prestar atenção e ver com sensibilidade. A nossa história começa com o Parque Arqueológico e Ambiental São João Marcos, em Rio Claro, idealizado pelo Instituto Light. Os responsáveis pelo Colégio Brasília, em Volta Redonda, pediram que uma turma pudesse visitar o Parque, afim de desenvolver uma atividade estimulante em uma escola com tantas dificuldades como aquela - altos índices de evasão escolar e desempenho acadêmico abaixo do mínimo esperado, uma realidade desoladora e aparentemente irreversível.

 

A história sensibilizou a equipe do parque e todos ergueram as mangas para mudar essa situação dramática. Assim, foi estruturado o PEE – Programa Educativo Especial, que contemplou todos os alunos do colégio, envolvendo cerca de vinte professores de diversas disciplinas.

 

Como funcionou?

 

Um trabalho em conjunto pode incluir as disciplinas dadas pelos professores dentro do conteúdo ministrado pelos guias em cada uma das visitas feitas ao parque, com o acompanhamento da escola.

 

A professora de história trabalhou com a questão da memória na sua aula de campo. Os alunos compuseram o Funk do Capitão Mor como fruto dessa atividade. Já a professora de literatura coordenou o trabalho dos alunos que resultou no Cordel baseado na história de São João Marcos. Outras iniciativas se tornaram em fotografias inspiradas no quadro "O Grito" de Edvard Munch, em um espetáculo coreográfico e uma pequena peça de teatro, tudo isso tendo como inspiração a história e memória de São João Marcos.

undefined

 

 Colégio Brasília visita Parque São João MarcosColégio Brasília visita Parque São João Marcos

 

A professora de Biologia Luciana, por exemplo, ministrou uma aula de botânica no Parque São João Marcos e, como produto desta atividade, desenvolveu com a turma um pequeno herbário com as espécies encontradas e coletadas na aula de campo. Esse trabalho significou muito para todos. Você vê aqui o depoimento dela sobre a atividade:

 

Todo este material fará parte da Exposição São João Marcos no dia 4 de novembro, que será exibida na própria escola para toda a comunidade. Todo esse trabalho trouxe um aumento da autoestima dos alunos, promoveu a integração deles com os professores de uma forma que nunca havia acontecido, motivou os professores e despertou o interesse dos alunos pelo conteúdo dado em aula. E os bons resultados já apareceram:

 

- O abandono escolar caiu

- O desempenho em provas dos alunos, que nunca havia atingido a meta, este ano superou em mais de 100% a meta estabelecida.

 

Essa história ainda vai dar muito o que falar. Continue acompanhando no Geração Light!

 

Colégio Brasília visita Parque São João Marcosundefined